sexta-feira, 2 de setembro de 2011

PASTOR OSEAS DA SILVA É NOTICIA NO SITE DA AVEC


Aumentar a Fonte   Diminuir a Fonte
18.08.2011
Avec e Central Gospel na África
Levar a Palavra de Deus ao mundo faz parte do alvo da Associação Vitória em Cristo. Por esse motivo, a Avec, em parceria com a Central Gospel, tem realizado doações de livros e Bíblias a ministérios e projetos sociais pelo Brasil. As publicações da editora cruzaram o oceano e chegaram à África. O pastor Oseas Silva, que está em missões no continente, recebeu o material para auxiliá-lo na pregação do evangelho ao povo africano.

Oseas está desde 1997 na África e, atualmente, desenvolve o chamado ministerial com sua esposa, Gildinê Santos, em Moçambique, na aldeia de Mukatine, a 40 km da capital, Maputo. O pastor e sua família moram na cidade de Joanesburgo, África do Sul, e congregam na Revival Family Church, cooperando com o trabalho da igreja. Além disso, ajudam duas escolas primárias, onde cerca de 1500 alunos estudam.

De acordo com Oseas, há uma carência muito grande de material evangélico em Moçambique, principalmente de Bíblias, devido ao baixo poder aquisitivo da população. “Há igrejas em que os pastores não possuem Bíblia”, contou. O missionário acrescentou que outro fator preocupante é o alto índice de analfabetismo, e, por isso, promovem a alfabetização por meio de livros cristãos.

O pastor Oseas destacou a importância das contribuições da Central Gospel, que ajudaram a dar continuidade ao trabalho evangelístico: “somos muito gratos à Central Gospel e à Avec, ao seu presidente, o pastor Silas Malafaia, e a todos os funcionários.”

FONTE AVEC

MATÉRIA DO SITE DA AVEC


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

PASTOR OSEAS DA SILVA É NOTICIA NO SITE DA AVEC


O site da AVEC Associação Vitória em Cristo cujo o presidente é o pastor Silas Malafaia, publicou uma matéria sobre o trabalho que vem sendo realizado pelo pastor e missionário Oseas da Silva em Moçambique. Para mais detalhes clique aqui: http://www.vitoriaemcristo.org.br

quarta-feira, 27 de julho de 2011

PROJETO AMIGOS DA ESCOLA EM ÁFRICA

EDITORIAL
´´ Não podemos dormir ´´
...Mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. Mt 13.25
Nesses últimos dias o Espírito do Senhor tem me inquietado no sentido de investir mais pesado no trabalho que estamos fazendo para Ele aqui em África, onde estamos preparando uma próxima geração que denominei de ´´ Geração Samuel ´´ crianças que além de estarem estudando para ser alguém na vida, também possam adquirir ensinamentos Bíblicos e tornarem-se pastores, evangelistas, doutores da Bíblia, músicos etc. Como em África os Muçulmanos dominam grande parte da sociedade e em Moçambique não é diferente, resolvemos atacar primeiro não dormindo em nossa missão de levar vida e riqueza á África. Conclamamos a todos que lêem este informativo para que façam MISSÕES conosco investido na vida dessas crianças, afim de que não venhamos perder toda uma geração de futuros homens e mulheres de Deus para o inimigo da igreja.
PROJETO TIMÓTEO
TREINANDO E FORMANDO OBREIROS EM ÁFRICA
Em nossa recente viagem a cidade de Manhiça, 130 Km da cidade de Maputo, estivemos no Ministério Evangelho em Ação, com a igreja e com o seu líder, pastor Obazanjo, que já conhecíamos, um jovem talentoso e cheio de força de  vontade de trabalhar para Jesus. Na ocasião o pastor Obazanjo trouxe a frente alguns objetos de curandeirismo que os crentes ao serem confrontados com a Palavra de Deus levaram para ser queimados, tal como aconteceu no ministério do apostolo Paulo em At 19.18-19. Nesse mesmo culto tivemos a oportunidade de compartilhar a Palavra de Deus com os amados que ali estavam presentes e a presença do Senhor pode ser sentida naquele lugar. Fizemos também a distribuição dos livros que nos foram doados pela CENTRAL GOSPEL, através do irmão Alan do Rio de Janeiro. Distribuímos livros para todos os presentes que  agradeceram por mais essa bênção.

FOTO DA IGREJA
MINISTÉRIO EVANGELHO EM AÇÃO

PROJETO AMIGOS DA ESCOLA
 EM ÁFRICA
Graças a Deus esse projeto avança com ajuda de Deus e dos amados mantenedores que acreditam que em África Deus pode levantar uma geração Samuel de profetas, Juízes, e sacerdotes que façam a diferença nesse mundo corrompido que estamos vivendo. E é exatamente por essa razão que estamos investindo pesado nesse que é o projeto piloto do nosso ministério. Fomos visitar as casas onde vivem as crianças da escola e para surpresa nossa ainda existem  crianças passando fome aqui nessa região, que por causa disso, bem cedo desistem de estudar e acabam abandonando os estudos. Chegamos em uma aldeia que mora uma das nossas crianças que se chama Salvador que cursa a 2º série e que percorre todos os dias cerca de 10 Km a pé até á escola, e constatamos que ele apesar de ser o aluno mais esforçado dentro de sala de aula, as vezes reclama para a professora que está sentindo-se mal, mas que na verdade a professora constatou, segundo ela mesmo disse, não é doença e sim FOME, pois vai para escola quase sempre sem o lanche matinal. É dura a realidade que ainda enfrentamos aqui entre esses pequenos. Triste foi a cena também que presenciamos, quando a missionária Gildinê ao jogar algumas caixas no lixo, tais como de ovos e leite em pó, ao ser observada pelas crianças da escola, foram imediatamente e fizeram das mesmas seus brinquedos.
Uma outra cena que nos deixou alegres foi ver uma dessas crianças que se chama Chadila que apesar dos seus cinco anos de idade, foi pegar água bem longe no poço para lavar sua roupa preferida. Lindo foi ver a maneira como ela lavava aquela peça de roupa, como se fosse gente grande. Isso que nos anima continuarmos investindo nesses pequenos ao ver a garra e a determinação de alguns deles em querer vencer na vida.
São eles quem buscam água para as necessidades básicas.

 FOTO DA CHADILA COM 5 ANOS
LAVANDO SUA ROUPA.



FOTO DA HORTA ESCOLAR.
Lançamos também um programa que consiste na criação de animais de pequeno porte, tais como galinhas, cabritos etc.. para  ajudar na alimentação dos alunos da escola, projeto esse que custa US$ 1000 dólares mensais ( R$ 1700 reais hoje ). Em nome de Jesus nos ajude manter esse projeto vivo a fim de alimentarmos essas crianças, pois estamos enfrentando dificuldades financeiras para comprar a comida básica para alimenta-las e com isso diminuir o abandono escolar. Até agora das crianças que são órfãs e carentes só temos adotadas 33 das 1500 nas duas escolas que ajudamos nessa região.
Nessa região onde trabalhamos com essas crianças apesar de estarmos no interior da capital, não há energia elétrica, onde dessa vez tivemos que andar muito para conseguirmos querosene para iluminarmos a casa onde estávamos e que depois de muita procura, só encontramos mesmo velas.

NÃO HÁ ENERGIA ELETRICA NESSA REGIÃO USAMOS  VELA E LAMPIÃO.

Antes de concluir esse informativo deixe-me esclarecer alguns pontos que podem confundir a mente de alguns, se não entendermos a realidade dos que aqui vivem. Eu também antes de ser enviado para trabalhar aqui me fazia as mesmas perguntas;

1)    Por que um continente tão rico como esse, vemos tanta miséria?
Resposta: a) A ganância dos poderosos que só pensam em si. O salário mínimo hoje é US$ 60.00 dólares. ( R$ 102.00 reais ) e o custo de vida muito alto.
b) Sequelas da guerra. Mesmo depois de passado anos que acabou a guerra, ainda existem sequelas sociais e emocionais na vida da população.
c) Colonialismo. Os colonizadores de África que só vieram explorar o povo, não deixaram um legado para as próximas gerações. d) Questão espiritual. Foi dado abertura no passado em Moçambique para o comunismo que ensinou a população que Deus não existe. Outro fator que não podemos esquecer é a feitiçaria que ainda domina e escraviza a mente de alguns. Por isso estamos aqui em África para levar vida e riqueza a esse povo sofrido, mas que deseja vencer na vida e precisa da nossa ajuda. Por isso não durmamos amados do Senhor. ´´E isso fazei, conhecendo o tempo, que já é hora de despertardes do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a salvação. Rm 13.11``

MOTIVOS DE ORAÇÃO PARA 2011

v    Registro do nosso ministério em África. ( US$ 500 dolares )
v    Aquisição da documentação Sul Africana. ( US$ 300 )
v    Recursos mensais para o projeto Amigos da escola em África.
( US$ 1000 ) R$ 1700 reais.
v    Um carro 4x4 que atende as necessidades das estradas. ( US$ 20.000 dolares )
v    Por mais parceiros ministeriais.
v    Sustento próprio, pois não temos salário de igrejas.
v    Contra as bruxarias e maldições lançadas contra igrejas e ministros do evangelho.
v    Orem por um avivamento genuíno em África


PASTOR OSEAS E ALUNOS DA ESCOLA EM MUKATINE.
E não se esqueçam:
CASO DESEJE CONTRIBUIR CONOSCO.
AQUI VÃO OS DETALHES
BRASIL
Banco Bradesco agência 129
Conta corrente 174923-4
Caxias RJ
Em nome de Oseas da Silva
Em Cristo Jesus Nosso
maior missionário.
Pastor Oseas, missionária Gildinê
  e Tiago da Silva










domingo, 26 de junho de 2011

Missões e missionários: alto custo para Babel


Como já vimos que o projeto de Ninrode é construir torre a fim de que não sejam espalhados pela terra como Deus deseja, então a ideia de investir em missões e missionários é algo que deve ser colocado em segundo plano, pois os custos com esse projeto de enviar missionários pelo mundo, na ótica dos Ninrodes atuais, é muito alto. Quando alguns líderes de igrejas tiram do campo missionário os seus obreiros, alegando um alto custo, isto se constitui numa mentira muito grande, pois a OBRA MISSIONÁRIA nunca foi obstáculo para se continuar fazendo outras coisasque também são importantes para o progresso do Reino de Deus. Pedro certa vez perguntou para Jesus o seguinte:... “Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que receberemos?” Mt 19.27. A resposta de Jesus a essa questão foi: “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna”. Mt.19.29
O que é preciso acontecer atualmente é muitos líderes tirarem a máscara eclesiástica e pararem de usar mecanismos de defesa para fugir da grande comissão estabelecida por Jesus. Pois, se há dinheiro para se trocar de carro todo ano, fazer viagens turísticas em nome de MISSÕES, construírem salões de entretenimento para os crentes etc.. por que então retirar obreiros
do campo missionário, alegando não haver dinheiro para se investir em MISSÕES E EVANGELISMO? Pense nisso! Toda igreja que deseja investir sério em um trabalho missionário e evangelístico precisa considerar que, além de preparo dos que serão enviados, a questão financeira é parte do projeto.

EXTRAÍDO DO LIVRO DESTRUINDO A INFLUENCIA DE BABEL NA VIDA DA IGREJA. DO PASTOR E MISSIONÁRIO OSEAS DA SILVA.

sábado, 25 de junho de 2011

QUEIMEMOS BEM O DINHEIRO DOS FIÉIS



Como gastamos os recursos financeiros em missões
87%, ou seja: 9,7 US$ bilhões para o mundo já evangelizado.
12%, ou seja: 1,3 US$ bilhões para o mundo não cristão, porém já evangelizado, ou seja, ouviram o evangelho pelo menos uma vez com condições de compreendê-lo, mas ainda não aceitaram nem se tornaram seguidores de Jesus.1%, ou seja: 110 US$ milhões para o mundo não evangelizado.
Nunca ouviram falar de Jesus.
Na Babel do tempo de Ninrodes os tijolos deveriam ser bem queimados. Atualmente o que tem sido queimado não são tijolos, mas sim o dinheiro dos santos, que dizimam e ofertam para que os Ninrodes atuais possam queimálos
bem com seus projetos babilônicos de madeira, feno e palha. Não desejo aqui, de maneira alguma, fazer apologia aos que deixam de ofertar e dizimar para a obra do Senhor, pois estão
desobedecendo à Bíblia. Estando um dia sentado na casa de um determinado irmão, que, muito irado com seu antigo pastor, devido, segundo ele, a
má administração que era feita na obra, disse-me que ninguém o obrigaria a dizimar e, se tentassem, ou saía da igreja ou o pastor sairia. Conclusão: passado o tempo, hoje ele já não frequenta os
cultos da sua igreja e está morto espiritualmente.
Entretanto, uma coisa é certa: se fossem investidos os recursos, que hoje nas igrejas são usados para trazer de volta os desviados, em missões nacionais e transculturais, projetos sociais de ajuda aos mais necessitados etc..., já teríamos alcançado muito
mais do que alcançamos até agora, a igrej cumpriria seu papel de representante de Cristo na terra e veríamos os problemas sociais que afetam o mundo amenizado em grande escala. Mas, o quadro é outro. Cada vez mais aparecem homens amantes do deus Mamom (Mamom era o deus pagão da riqueza) e o evangelho de Jesus Cristo sendo banalizado por causa desses Ninrodes atuais que são egocêntricos e orgulhosos.
Há em muitas igrejas crentes passando apertos financeiros, pois, com a vida do jeito que está, às vezes, passamos por situações como essas, mas na hora de a igreja ministrar na área social, ela se fecha aos mais necessitados e sempre surgem desculpas: “É irmão (a), gostaríamos muito de poder ajudá-lo (a), mas estamos com várias contas para serem pagas e o caixa da igreja está
no vermelho. Vamos orar e Deus suprirá”. Essa é a saída usada por vários crentes que estão sentados nos bancos das igrejas e de muitos ministros do altar. Aquele texto em que Tiago fala sobre
fé sem obras não existe na Bíblia desses crentes... “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras ? Porventura a fé poderá salvá-lo?...” Tg 2.14. Com certeza sabemos que o dinheiro serve como uma grande bênção na expansão do evangelho de Jesus Cristo, mas em certos casos o que vemos não é exatamente isso. Perguntas importantes para serem refletidas: Qual o nosso relacionamento com o dinheiro? Dominamos o dinheiro, ou ele nos domina?
Destruindo a influência de Babel na vida da Igreja
A quantia de dinheiro que temos determina a nossa felicidade? Como ele é usado? Somos generosos para com Deus somente quando ele está sobrando em nossos bolsos ou não? Somos capazes
de fazer qualquer coisa para obtê-lo?
Pelos vários lugares que tenho passado posso ouvir quando os Ninrodes atuais desafiam o povo e perguntam: “Quantos aqui têm fé? E todos dizem amém! Então ele diz: Vamos levantar uma grande oferta para ajudarmos aquele irmão que precisa de nossa ajuda”. E continuando em sua hipocrisia diz: “Deus ama aos que dão com alegria”. “Tragam a maior oferta, pois quem muito semeia, muito colhe”. Parece até aqueles leilões onde o locutorpergunta: “Quem dá mais? Dou-lhe uma, dou-lhe duas...” mas, na verdade, o que podemos notar depois de todo esse alarido é o desvio daquilo que o povo entregou sendo usado para outros
fins, como comprar bons apartamentos, trocar de carros a cada seis meses, viagens de férias para a Disneylândia ou Bahamas com a família e coisas do gênero. Casos como o daquele obreiro que estava no campo missionário
com o seu salário atrasado, e o pastor da igreja dele desafiou os membros a contribuir para enviar-lhe o salário. Depois do desafio o dinheiro levantado foi para comprar uma Kombi para a igreja. E aquele líder que negou a cobrir os gastos com a preparação teológica de um de seus obreiros, alegando serem
muito caros os custos para tal, mas construiu um mega-templo para milhares de pessoas, gastando cem vezes mais do que gastaria
com a preparação de um obreiro que se dispôs a descer no fundo do poço para de lá tirar as almas que estão presas. Não se escandalizem, mas o espírito que usava Judas para roubar
das finanças do colégio apostólico ainda está vivo e ativo. “...Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava”. Jo 12.6.


EXTRAÍDO DO LIVRO DESTRUINDO A INFLUENCIA DE BABEL NA VIDA DA IGREJA. DO PASTOR E MISSIONÁRIO OSEAS DA SILVA

QUANDO A ESTRUTURA SE TORNA MAIS IMPORTANTE DO QUE A CRIATURA


Põe-te à porta da casa do Senhor, e proclama ali esta palavra, e dize: Ouvi a palavra do Senhor, todos de Judá, os que entrais por estas portas, para adorardes ao Senhor; Tornou-se, pois, esta casa, que se chama pelo meu nome, uma caverna de salteadores aos vossos olhos? Eis que eu, eu mesmo, vi isso, diz o Senhor. Jr 7.4;11.
Hoje estava andando na rua em direção á igreja e veio essa palavra ao meu coração, que desejo compartilhar com você que acompanha o nosso blog. Deus se indigna não é de hoje com essa questão do seu povo se fiar em estruturas que ele mesmo diz nesse texto que teriam um fim triste. Não quero aqui que você que lê essa postagem me interprete mal, pensando que eu sou contra o templo do Senhor com vista do povo de Deus ir adorar-lo, jamais, todavia temos que ser bem sinceros em afirmar que nunca vimos tanto exagero exacerbado com essa questão de construção de templos luxuosos, onde se gastam altas somas em dinheiro e não se vê o mesmo investimento na vida das pessoas que vão ali em busca de uma palavra que satisfaçam as suas almas.
Estamos dando mais ênfase a estrutura e nos esquecendo das criaturas que estão morrendo espiritualmente por estarem sendo desprezadas e sendo deixadas de lado. Em minha recente viagem ao Brasil, vi com tristeza a maneira como alguns lideres tratam as pessoas principalmente que não são evangélicas que vão aos templos suntuosos na sua maioria, mas que a cada dia escasso da presença de Deus. Deus está indignado meus amados, pois a história se repete como nos dias de Jeremias. Porém como Ele sempre é misericordioso oferece ao povo a chance de se caso eles se arrependerem, o Senhor os abençoaria. Lutemos contra esse evangelho-show que tem se instalado em alguns círculos evangélicos, que nenhum resultado traz em termos de salvação de almas. Fazemos ajuntamentos maravilhosos em nossa nação em busca de avivamento e declaramos que a nossa nação é de Jesus, mas na verdade como chegaremos tomar posse dessa verdade se estamos lutando por poder, fama, dinheiro ? Como podemos dizer que o Brasil é do Senhor Jesus se quem deveria ser exemplo não é ? e olha que não estou falando dos pecadores, estou falando da liderança evangélica que estão deixando a desejar com seus péssimos exemplos. Sei que de maneira nenhuma podemos mudar o que está escrito acerca desses últimos dias em que a igreja está vivendo antes do arrebatamento. Mas aqui fica uma pergunta: Já que não podemos mudar o que está escrito será que nem melhorar podemos ? Pense nisso e vamos melhorar. Assim diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Melhorai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar. Jr 7.3 Pastor e missionário Oseas da Silva